Mapa gigantesco resume toda a história do mundo

Por Diogo Bercito

Um mapa de 1931, relembrado há algum tempo pela “Slate”, explica a interação entre o reino de Amurru, Alarico e a destruição de Nínive — e também a história da Igreja Católica, do Renascimento e da Primeira Guerra Mundial. Essas histórias foram organizadas por John Spark em uma imensa ilustração, que vocês podem ver em detalhe clicando na imagem um pouco mais abaixo.

O mapa, parte de uma tendência dos anos 1920 e 1930 de simplificar temas complexos, tinha 1,5 metro de comprimento. Povos ocupam diferentes larguras, a depender de seu poderio relativo. Mas não está claro, como observa a “Slate”, como a dimensão foi calculada. Há, ademais, uma série de representações problemáticas, como a a ausência da África e o escanteio da China no esquema.

De todo modo, a imensidão da história e a variedade dos impérios talvez sirvam como algum contraponto às narrativas nacionalistas e populistas que têm ganhado fôlego na Europa. Alguém consegue, afinal, encontrar a ultra-direitista francesa Marine Le Pen no mapa abaixo?

Mapa publicado em 1931. Crédito Reprodução