Mapa mostra poluição mundial em tempo real

Por Diogo Bercito

A Organização Mundial da Saúde afirmou, em um relatório recente, que 92% da população do mundo respira ar de qualidade abaixo do considerado saudável. Cerca de 7 milhões de pessoas morrem por ano devido a doenças causadas pelos altos níveis de poluição atmosférica — 90% dessas mortes ocorrem em países de renda baixa e média, 66% delas no sudeste asiático e no ocidente pacífico (ou seja, as regiões da Índia e da China).

Sim, tanto número pode desbaratar um pouco. Mas um premiado projeto francês facilitou a visualização do problema ao divulgar neste mês um globo interativo que registra a poluição em tempo real. O mapa detalha a poluição de partículas menores que 2,5 micrômetros, vistas como especialmente danosas à saúde. Há também uma versão em duas dimensões e um aplicativo para smartphone.

As cores correspondem ao AQI (índice de qualidade do ar). Verde claro significa que a qualidade é considerada “boa”. O vermelho representa um índice acima de 301, “perigoso”.

 

Índice de qualidade do ar na região do Estado de São Paulo. Crédito Reprodução/AirVisual
Índice de qualidade do ar na região do Estado de São Paulo. Crédito Reprodução/AirVisual