O que líderes internacionais dizem sobre Donald Trump?

Por Diogo Bercito

Mal consigo imaginar a quantidade de impropérios que minha colega Anna Virginia Balloussier ouve durante seu trabalho. Correspondente da Folha em Nova York, ela cobre o processo eleitoral nos EUA. Isso significa lidar com a campanha de Donald Trump, virtual candidato republicado à Presidência —ele venceu na terça-feira (10) as prévias na Virginia Ocidental.

Se vocês não acompanham os disparates ditos por esse político, sugiro buscar no Google algo como “piores citações de Donald Trump”. Fiz isso há alguns minutos e me deparei com ótimas compilações. A revista “Marie Claire” reuniu “29 dos dizeres mais ultrajantes”. A “Vanity Fair” listou sete “coisas aterrorizantes que Donald Trump disse durante 36 horas”. O site Politico publicou “sete das citações mais malucas” –incluindo dizer que mexicanos são estupradores.

Vocês também podem acompanhar o virtual candidato diretamente na conta oficial dele no Twitter.

Tamanho é o desgosto de alguns em relação a esse magnata americano que ele recentemente recorreu a mulher e filha para melhorar sua imagem. Segundo a repórter Balloussier, “você não gosta de mim, mas minha filha gosta –e talvez ela possa convencer os EUA de que não sou tão mau assim. Daria para traduzir dessa forma a estratégia que Donald Trump adotou em sua campanha à Casa Branca”. Apesar da estratégia, há eleitores republicanos cogitando votar na democrata Hillary Clinton, ou em uma terceira via.

Donald Trump em 1º de fevereiro, durante campanha. Crédito Reuters
Donald Trump em 1º de fevereiro, durante campanha. Crédito Reuters

As reservas em relação a Trump são frequentes também na política externa. Diversos líderes internacionais criticam abertamente o republicano. As opiniões pouco favoráveis, tornadas públicas, quebram o que o jornal americano “Washington Post” descreve como uma “tradição” de não criticar os candidatos da campanha de outro país. “A lógica é simples: esse pessoa pode vencer, e você não quer seu insulto espirituoso de um ano atrás pairando em cima de você caso vocês tenham que trabalhar juntos”.

O diário americano compilou 47 coisas não tão simpáticas ditas por líderes internacionais sobre Trump. Este Mundialíssimo blog escolheu 9 delas, e faz votos de que os leitores curiosos acessem a lista completa.

*

Seu discurso é tão idiota, tão básico.
RAFAEL CORREA, PRESIDENTE DO EQUADOR

Essa é a maneira com que Mussolini chegou [ao poder] e com que Hitler chegou.
ENRIQUE PEÑA NIETO, PRESIDENTE DO MÉXICO

Você é uma desgraça não só ao Partido Republicano, mas a todos os EUA. Saia da corrida presidencial, pois você jamais irá vencer.
AL WALEED BIN TALAL AL SAUD, PRÍNCIPE SAUDITA

Vamos ser claros, Donald Trump é um idiota. Tentei encontrar adjetivos diferentes, talvez mais parlamentares, para descrevê-lo. Mas nenhum era claro o suficiente. Ele é um idiota.
GAVIN NEWLANDS, PARLAMENTAR BRITÂNICO

Sério, vocês já me ouviram dizer alguma coisa assim [sobre proibir a entrada de muçulmanos nos EUA]?
MARINE LE PEN, POLÍTICA FRANCESA DE EXTREMA DIREITA

Os comentários de Donal Trump são totalmente absurdos e sem lógica [sobre a sugestão de que Japão e Coreia do Sul tenham armas nucleares]
RI JONG RYUL, VICE-DIRETOR GERAL DE UM INSTITUTO NORTE-COREANO

Uma pessoa que só pensa em construir muros — onde quer que seja — e não construir pontes não é um cristão.
PAPA FRANCISCO

O oportunismo, a falta de confiança e a falta de moralidade que vimos durante a campanha [de Trump] seriam danosos ao mundo em geral, e feririam a Europa em particular.
ANA PALACIO, EX-CHANCELER ESPANHOLA

Os comentários de Trump [sobre muçulmanos] são chocantes e repugnantes.
ISAAC HERZOG, LÍDER DA OPOSIÇÃO ISRAELENSE