Quais aviões foram derrubados por bombas no passado?

Por Diogo Bercito
X

A princípio parecia improvável. Mas, com o avanço das investigações, se torna cada vez mais plausível que o avião russo acidentado no deserto do Sinai tenha sido derrubado por uma bomba.

No domingo (8), peritos afirmaram à agência de notícias Reuters ter “90%” de certeza de que o barulho ouvido no cockpit da aeronave foi decorrente de uma explosão causada por uma bomba.

Não terá sido a primeira vez. O jornal americano “Washington Post” publicou, na sexta-feira (6), uma lista de dez ocasiões em que um avião foi abatido por explosivos. Segundo o diário:

Apesar das numerosas tentativas frustradas da Al Qaeda em explodir aviões na última década, nenhum grupo militante conseguiu detonar um explosivo dentro de um avião desde o ataque checheno a aviões na Rússia, em 2004. Se o voo russo da Metrojet, que estava a caminho de São Petesburgo, foi abatido por uma bomba, é um lembrete de uma preocupante era de terrorismo nos céus.

Abaixo, este Mundialíssimo blog escolheu cinco dos atentados listados pelo “Washington Post”.

21.fev.1970, Swissair 330

Uma bomba explodiu no bagageiro de um voo entre Zurique e Hong Kong, com parada prevista em Tel Aviv, deixando 38 passageiros e 9 tripulantes mortos. Militantes palestinos reivindicaram a ação.

6.out.1976, Cubana de Aviación 455
Um voo entre Barbados e Jamaica explodiu depois de decolar, matando 73 pessoas. A Venezuela condenou um grupo de militantes cubanos anti-regime pelo atentado.

23.jun.1985, Air India 182
Uma bomba derrubou uma aeronave no espaço aéreo irlandês, caindo no oceano Atlântico e deixando 307 passageiros e 22 tripulantes mortos. O ataque foi de responsabilidade de um grupo separatista sikh.

29.nov.1987, Korean Air 858
Norte-coreanos derrubaram um avião voando entre Bagdá e Seul. O atentado foi realizado com explosivo líquido escondido em garrafas de licor. 115 pessoas morreram.

21.dez.1988, Pan Am 103
Um avião explodiu acima da Escócia. Seus destroços caíram na cidade de Lockerbie, matando 11 residentes, além das 259 pessoas a bordo. O regime líbio de Muammar al-Gaddafi foi acusado pelo atentado, mas as investigações seguem em curso.

24.ago.2004, Volga-Avia Express 1353, Siberia Airlines 1047
Atentado a bomba mais recente em um avião, até que se confirme o ataque ao avião russo no Sinai. Dois aviões saindo de Moscou foram atingidos no mesmo dia por terroristas chechenos, matando 90 pessoas.

.