Guia de leitura: Hillary Clinton 2016

Por Diogo Bercito
Cena do anúncio da candidatura de Hillary Clinton à Presidência
Cena do anúncio da candidatura de Hillary Clinton à Presidência. Crédito Reprodução

Não foi exatamente uma surpresa, mas a ex-secretária de Estado americana Hillary Clinton anunciou no domingo (12) que irá concorrer à Presidência do país. Ela deve ser, assim, a candidata democrata ao pleito de 2016. O correspondente da Folha em Washington Raul Juste Lores está acompanhando o desenrolar da notícia –e vale um “follow” no Twitter.

Se você quiser se aprofundar mais no assunto, ou se ainda não entendeu muito bem o que isso significa, o Mundialíssimo blog preparou aqui uma lista de leituras para garantir que você não passe vergonha quando encontrar seu colega de trabalho na máquina de café e ele comentar “e a Hillary, heim?”

QUANDO HILLARY VIROU HILLARY
O jornal espanhol “El País” tem um saboroso perfil de Hillary Clinton, que vale ao menos pelas fotografias antigas dessa influente política americana.

STATUS DE CELEBRIDADE
A Folha publicou uma análise de Frances Kerry sobre a imagem de “mulher comum”, perseguida por Hillary Clinton mas desafiada por seu status de celebridade. Ex-senadora, ex-primeira-dama e ex-secretária de Estado, a política dificilmente vai emplacar um perfil de “gente como a gente”.

MUDANÇA DE OPINIÃO SOBRE CASAMENTO GAY
O site Vox tem uma interessante reportagem sobre a mudança de posicionamento de Hillary Clinton (antes contra, e agora a favor que o Estado decida sobre o casamento do mesmo sexo). O giro da ex-secretária de Estado, interpretado como um gesto político, pode ser uma evolução natural de seu pensamento.

O QUE ELA PRECISA FAZER PARA VENCER
O jornal americano “New York Times” elencou o que Hillary Clinton tem de enfrentar para ser a próxima presidente americana. São desafios como manter sua base de apoio entre mulheres trabalhadoras. O mapa dos Estados em que terá de disputar o posto também é diferente daquele que ela enfrentou na sua mais recente tentativa de ser presidente, com desafios, por exemplo, em Michigan.

QUESTÃO DE GÊNERO SERÁ IMPORTANTE OUTRA VEZ
O diário britânico “Guardian” analisa, em um texto publicado no domingo, qual será a importância da questão de gênero para Hillary Clinton nas eleições de 2016, quando tentar outra vez ser a primeira presidente mulher dos EUA.

QUAL DEVE SER A DISPUTA ENTRE DEMOCRATAS?

 

QUAL DEVE SER A DISPUTA ENTRE REPUBLICANOS?