5 exemplos de tortura americana

Por Diogo Bercito

Um relatório do Comitê de Inteligência do Senado dos EUA, divulgado na terça-feira (9), aponta um grave fato: a CIA, a agência de Inteligência americana, usou técnicas mais brutais e menos efetivas do que havia informado à Casa Branca. Ou seja, como escreve a correspondente da Folha em Nova York, Giuliana Vallone –as autoridades foram enganadas (clique aqui para ler).

Não é uma tarefa agradável, mas este Mundialíssimo reúne hoje alguns exemplos das atrocidades cometidas em troca de informações a respeito da organização terrorista Al Qaeda. O site Vox tem mais detalhes sobre o caso (clique aqui). Para ler o relatório original, clique aqui.

Alimentar pelo reto
Ao menos um detento foi alimentado com humus (pasta de grão de bico) por seu ânus.

Manter um homem em cima de seus pés quebrados
Que, aliás, estava privado de sono e passava por situações de alto nível de estresse.

Ameaçar estuprar a mãe de um detento
As ameaças incluíam ferir familiares e estuprar e degolar a mãe.

Causar dano físico irreversível
Abu Zubaydah perdeu seu olho esquerdo sob a custódia da agência de inteligência americana.

Manter detentos acordados por 180 horas
Ou seja, mais de uma semana sem dormir.