O que é a epidemia de ebola?

Por Diogo Bercito

Do outro lado do Atlântico, na costa oeste africana, países como Serra Leoa e Nigéria estão em batalha –não como na Síria e no Iraque, mas também contra um inimigo letal: o ebola. O surto atual da doença é o mais violento da história, e já infectou 3.500 pessoas e matou mais de 1.900.

Mas vamos ao básico, segundo informações do Médicos sem Fronteiras (leia mais aqui) e da Organização Mundial da Saúde:

O que é o ebola?
Resposta curta? Uma doença fatal causada por vírus. Veja abaixo um esquema:

Fatal quanto? Todo o mundo que é contagiado morre?
Não. Mas a morte por ebola chega até a 90% dos contagiados. Neste surto, a taxa está em 60%. Depende da variedade do vírus.

Por que o vírus está se espalhando tão rápido?
Por vários motivos. Os países afetados neste surto, por exemplo, não têm experiência no tratamento da doença. Além disso, seus moradores se deslocam mais no território, em comparação com aqueles de regiões anteriormente afetadas. Há também dificuldades culturais,  já que diversas pessoas se recusam a ser tratadas.

Existe vacina?
Não. Há diversos medicamentos experimentais, mas o tratamento, hoje, consiste de uma terapia de apoio com a hidratação do paciente, mantendo níveis de oxigênio e pressão sanguínea. O objetivo é manter o paciente vivo até que seu sistema imunológico consiga combater o vírus.

Como se transmite?
Pelo contato com fluidos. Suor, sangue, vômito. Nunca pelo ar. E o paciente precisa ter os sintomas, para transmitir. O diagrama abaixo mostra o processo de transmissão e a evolução do quadro.

Onde o vírus está, neste surto?
Principalmente no oeste africano: em Serra Leoa, Libéria, Guiné, Senegal e Nigéria. Mas surtos anteriores tiveram focos em outras regiões do continente.

Estou interessado em ebola. Mas este post acabou! O que eu faço?
Calma. A Folha enviou recentemente a repórter Patrícia Campos Mello para cobrir o surto de ebola na África. Você pode ler o trabalho dela clicando nos textos da lista a seguir:

Fiéis rezam para expulsar doença de Serra Leoa

Africanos veem famílias inteiras morrer por causa do ebola

Em Serra Leoa, hospitais adotam regras rígidas

Epidemia do medo marca surto do ebola

E se eu quiser assistir a um vídeo?
Tudo bem. Aperte o play abaixo, nesta reportagem produzida pela TV Folha: